Segurança da Informação: diminua a vulnerabilidade da sua empresa

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Em 2016 foi criado o Regulamento Geral Sobre Proteção de Dados na Europa, após essa data a segurança da informação passou a ser um ponto de grande importância e cuidado por parte das empresas que tratam dados de clientes.

No Brasil, a Secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia promove diversas medidas e políticas de segurança da informação e proteção de dados pessoais no âmbito da administração pública federal, tanto de forma individual quanto em parceria com outros órgãos e entidades federais. Nesse sentido, em 2018 foi criada a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) que entrou em vigor em 2021.

Essa legislação tem o objetivo de proteger a liberdade e a privacidade de consumidores e cidadãos. Ela demanda que empresas e órgãos públicos mudem a forma de coletar, armazenar e usar os dados das pessoas.

Pensar na segurança da informação é crucial para proteger todos os dados da sua empresa, é um fator indispensável para o exercício de qualquer atividade empresarial.

O que é a Segurança da Informação?

Segundo a norma ABNT NBR ISO/IEC 27001:2013, a Segurança da Informação envolve a implementação de um conjunto adequado de controles que inclui políticas, processos, procedimentos, estrutura organizacional e funções de software e hardware. Em outras palavras, podemos definir como Segurança da Informação uma série de ações e boas práticas que têm como finalidade proteger um grupo de dados, sejam eles móveis, corporativos ou pessoais.

De tal maneira, essas medidas de segurança podem ser aplicadas em todas as empresas que trabalham com dados, uma vez que toda organização gera informações próprias. A segurança da informação se baseia em quatro pilares que sustentam todas as medidas tomadas para garantir a proteção dos dados, que são:

Confidencialidade

A confidencialidade tem como princípio o acesso das informações apenas pelos usuários autorizados. Um erro na confidencialidade pode acabar deixando os dados de uma organização livres para que concorrentes possam acessá-los, sejam eles destinados para estratégias ou não. Além de que, pode ocorrer um ataque nos servidores por parte de hackers, fazendo com que os dados de clientes armazenados sejam vazados ou roubados. Esses erros trarão prejuízos financeiros, uma vez que ela pode ser multada ou então perder novos clientes.

Autenticidade

Da mesma forma que é importante preservar a confidencialidade, é imprescindível garantir que as informações preservadas sejam autênticas para evitar fraudes.

Integridade

A integridade está fortemente ligada à ferramentas e mecanismos de segurança, como os backups, a fim de garantir que os dados não sejam perdidos em caso de erros no sistema adotado pela empresa. O princípio da integridade é respeitado quando a informação acessada está completa, sem alterações e, portanto, confiável. Ou seja, quando a informação é alterada ou chegada de forma incorreta ao seu destino, isto faz com que a integridade se quebre.

Disponibilidade

Quando falamos em disponibilidade, estamos nos referindo justamente à possibilidade de acessar os dados a qualquer momento. Ou seja, é necessário que todas as informações estejam disponíveis quando requisitadas, sendo este um fator que gera agilidade em processos.

A essa altura você já deve ter percebido que cuidar da Segurança de Dados precisa ser uma prioridade para o trabalho da sua empresa, pois assim você elimina riscos e protege as informações de seus clientes. Desse modo, a análise de vulnerabilidade está entre as prioridades da corporação. Ela deve ser feita de uma forma adequada, para garantir ainda mais proteção para a rede e os dispositivos das empresas atendidas.

Como fazer uma análise de vulnerabilidade?

A vulnerabilidade pode ser considerada um ponto crucial na informação, na qual toda a informação armazenada corre o risco de ser alterada de acordo com os fatores tecnológicos e humanos. É impreterível o cuidado de identificar as vulnerabilidades em determinado sistema, podendo livrar a organização de qualquer desastre. No entanto, como fazer uma análise de vulnerabilidade?

Em primeiro lugar, você precisa entender o que é uma análise de vulnerabilidade. Essa prática é formada por uma série de processos que visam mapear os problemas que possam atingir e prejudicar a infraestrutura e os sistemas de TI das empresas.

Dessa forma, as ações realizadas identificam as falhas que possam expor os dados e comprometer a segurança de um negócio. Com isso, a análise indica as fraquezas e ajuda a eliminar ou reduzir os grandes perigos. Essas brechas podem surgir por diversos motivos, seja por falha humana, erros de programação ou até mesmo por conta de danos em algum dispositivo.

Para não ser pego desprevenido é bom seguir alguns procedimentos:

Fique atento à LGPD

A lei geral de proteção de dados (LGPD) visa estabelecer regras sobre o armazenamento, a coleta, o tratamento e o compartilhamento de dados. Escolha soluções que se adéquem às determinações de segurança, atendam às necessidades e garantam confidencialidade, integridade e disponibilidade para as informações essenciais de sua rotina, e para as empresas que você atende.

Oriente seus clientes e colaboradores

Fornecer algumas dicas de cibersegurança pode ajudar a aumentar a confiança de seus parceiros em seu trabalho, além de ajudá-los a manter suas máquinas e informações mais seguras.

Calcule em tempo real o impacto de uma violação

Ter a possibilidade de prever o custo de um impacto de uma vulnerabilidade na sua empresa, ajuda manter os colaboradores e toda a equipe mais atenta aos perigos e aumenta a importância do investimento em cibersegurança.

Use ferramentas que possam proteger os seus dados

Procure e invista em soluções mais robustas, completas e seguras. Com uma boa solução você enriquecerá sua infraestrutura para descobertas de segurança de aplicativos com inteligência de vulnerabilidade avançada que oferece priorização concisa baseada em riscos adversários.

Não perca tempo, obtenha uma supervisão abrangente de ponta a ponta do rastreamento de exposição de vulnerabilidade e validação de remediação.

Veja os benefícios de uma boa solução de Segurança da Informação

Saiba quais ações tomar em segundos

Acelere as atividades de correção para os pontos de exposição de vulnerabilidade mais importantes em sua superfície de ataque, infraestrutura, aplicativos e estruturas de desenvolvimento.

Aumente a visibilidade

Visibilidade total da exposição ao risco do aplicativo, do desenvolvimento à produção. Unifique todos os dados de varredura do aplicativo (SAST, DAST, OSS e Container) para localizar exposições de código e priorizar a correção.

Facilidade nas ações de defesa

A ferramenta mais fácil para explorar inteligência confiável sobre ameaças de vulnerabilidade. Acesse pesquisas da mais alta fidelidade de fontes e escritores de exploits líderes do setor.

Controle de vulnerabilidade para segurança

Tome decisões baseadas em fatos usando atualizações contínuas para risco e impacto de vulnerabilidade.

Priorização prescritiva para TI

Faça a correção da vulnerabilidade para validação – mais eficaz

Métricas de risco cibernético para executivos

Clareza em minutos, sem a necessidade de aprender detalhes de segurança.

Acesso seguro em qualquer lugar

Direcione políticas de segurança consistentes entre usuários, dispositivos e acesso a aplicativos para garantir que a micro segmentação da rede esteja em vigor para responder a pessoas mal intencionadas.

Acelere a agilidade dos negócios

Ativar e desativar novos recursos de nuvem com segurança com acesso condicional verificado continuamente. Gerencie o acesso com um único cliente através do acesso ao aplicativo e VPN.

Confiança zero – na sua velocidade

Trabalhar no sentido de Zero Trust Access com perímetros independentes de localização requer uma abordagem flexível. Elimine revisões de arquitetura de rede enquanto protege usuários, dispositivos e aplicativos de onde você estiver.

Atualize os seus ambientes tecnológicos

Para ter um ambiente seguro é importante investir em tecnologia e ficar atento às inovações. As empresas devem manter sempre seus ambientes atualizados. No entanto, algumas organizações não se dedicam o bastante quando o assunto é a atualização dos seus ambientes tecnológicos, e dessa forma passam a conviver com bugs e um ambiente vulnerável.

Muitas delas não contam com as funcionalidades constantemente lançadas pelos fabricantes de soluções, que podem reduzir significativamente o tempo de backup ou recuperação e gerar economia de espaço de armazenamento.

Há casos em que a empresa, mesmo com o contrato de suporte ativo com o fabricante, não consegue usufruir desse recurso por não contar com um ambiente em uma versão suportada pelo fabricante. O resultado é um prejuízo em relação ao tempo enfrentado e problemas de insatisfação dos clientes.

Além de investir em cibersegurança e analisar a sua vulnerabilidade, é importante não deixar que seus ambientes se tornem obsoletos.

Ao deixar de lado a atualização dos seus ambientes tecnológicos, você acaba pagando mais pelo software e pela manutenção, além de não tirar proveito das correções e novas tecnologias que, além de oferecer maior segurança e confiabilidade, poderiam atender às demandas de proteção e recuperação de seus dados com mais agilidade.

A TPS IT, em parceria com a Ivanti, oferece as soluções adequadas para a Segurança da Informação do seu negócio.

Entre em contato com nossos especialistas!