Impacto do metaverso no ambiente corporativo

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

No nosso texto sobre as sete principais tendências de tecnologia para 2022 citamos o metaverso, mas o que exatamente ele é e qual seu impacto no ambiente corporativo?

A TPS IT mostra aqui como essa tecnologia pode mudar a forma como as empresas e seus colaboradores se organizam e se comunicam. Boa leitura!

O que é metaverso?

No termo “metaverso” podemos observar a junção do prefixo “meta” e “verso”. Visto que eles significam, respectivamente, “além” e “universo”, se formos fazer uma análise semântica chegaríamos a algo que definiria alguma coisa além do universo. Aquilo que está além de tudo que está no mundo que vemos como real.

O termo é normalmente usado para descrever uma espécie de mundo alternativo digital. Um universo no qual os usuários poderão criar os seus próprios avatares, que serão suas representações nesse ambiente digital e, por meio deles, poderão aprender, comprar, trabalhar, socializar e se conectar com colegas de trabalho, amigos e familiares. Ou seja, essa tecnologia replica o que fazemos no mundo real, só que de forma 100% digital.

Como o metaverso impacta o ambiente corporativo?

Por incrível que pareça, para muitas empresas a transformação digital ainda é um território a ser desbravado. Quando falamos em transformar digitalmente a sua empresa, não é só sobre mudanças operacionais no cotidiano do negócio (como o trabalho remoto ou utilização de ferramentas tecnológicas), mas também de uma mudança na estrutura da cultura da empresa, que deve passar por constante atualização.

Para manter- se competitivo em meio a tantas mudanças tecnológicas, é necessário estar atento e investir em estratégias que automatize os processos. Assim a sua empresa aproveitará melhor a mão de obra de seus colaboradores, minimizando ao máximo as probabilidades de falhas de respostas a seus fluxos de trabalho.

O metaverso é uma das tecnologias que com certeza transformará a experiência do usuário, servindo como resposta às empresas que buscam se manter em um ritmo de reinvenção tecnológica que proporcione um relacionamento cada vez mais rico com os usuários.

Quais os recursos já existentes no metaverso?

No mundo dos games já existe diversas plataformas que podem ser caracterizadas como metaversos. São experiências que evoluíram de jogos multiplayers para pontos de encontro entre pessoas, onde acontecem eventos e até shows virtuais. Agora, essa mesma lógica está sendo levada para os espaços de trabalho digitais, especialmente com a intensificação do trabalho remoto por conta dos impactos da pandemia de Covid-19.

Além das mudanças no modo como trabalhamos, o metaverso traz também novas formas de realizar atividades econômicas. Afinal, todo espaço onde acontecem interações sociais cria necessidades de trocas. No caso dos mundos virtuais, é preciso pagar por serviços, e é possível até comprar produtos. Existem marcas que já estão vendendo roupas e acessórios digitais para avatares, imóveis em terrenos virtuais e itens de decoração.

No metaverso também há espaço crescente para a comercialização dos NFTs (tokens não fungíveis, na sigla em inglês), que são itens digitais com comprovantes de posse registrados em blockchain, ou seja, com autenticidade e propriedade comprovadas. O surgimento dos NFTs trouxe para o ambiente virtual, onde textos e imagens são replicados de forma idêntica, a possibilidade de criar um “original” para obras de arte, criando valor pessoal e financeiro para esses objetos. As possibilidades de negociação com NFTs estão apenas começando, e certamente as criptomoedas terão papel decisivo nesse novo mercado.

Metaverso no mercado de produtos e serviços

É curioso pensar que a tecnologia avançou ao ponto de mudar as experiências virtuais para deixá-las cada vez mais semelhantes às físicas. Afinal, no metaverso, voltaremos a experimentar algo parecido com o ato de entrar em uma loja, mas sem sair de casa. Engana-se, no entanto, quem pensa que a infraestrutura do metaverso, só porque se assemelha à loja física, será a mesma. É preciso ir direto ao ponto: esse novo universo vai exigir muito investimento em tecnologia para funcionar e os processos, ainda que parecidos para o consumidor, serão uma total novidade para as empresas.

Mas é preciso se preparar, segundo previsões de uma consultoria de aconselhamento para empresas realizada pela Gartner, até 2026, 30% das organizações do mundo terão produtos e serviços prontos para o metaverso.

A população do metaverso também será considerável. A previsão do Gartner é que, também até 2026, 25% das pessoas passarão pelo menos uma hora por dia nesse espaço. A navegação no metaverso será dedicada ao trabalho, compras, educação, social e/ou entretenimento.

A TPS IT atua na implementação de automação de processos e de atendimento ao cliente, assim como na adequação das empresas às normas da LGPD. Entregamos soluções para a transformação digital da sua empresa, pois entendemos que esse é o primeiro e mais importante passo para a adoção de novas tecnologias e modelos de vida e trabalho.

Você está preparado? Conte com a TPS IT para realizar uma transformação digital na sua empresa!

Solicite uma demonstração e conheça um pouco mais sobre as nossas soluções e serviços especializados!